'projeto 6 on 6' | Padrões

sexta-feira, maio 06, 2016


O desafio do '6 on 6' deste mês ligou-me à tomada e o choque de sensações não tardou em aparecer. Oh my, padrões! A arte, a cultura e a natureza, os três pedais que põem o meu coração a trabalhar, dimensionam-me; e, apesar da sua permanente e entusiasmante inconstância, é também pela sua regularidade visual que sou arrebatada. Neste meu ensaio fotográfico mensal demorei-me em grafítis, mandalas, caçadores de sonhos, garrafas e capas de revistas. Mas porque todo o elemento tem o seu avesso, irrompi a certeza, dispersei-me e mergulhei no conceito de 'desvio-padrão', que a estatística fez nascer. Sintam-se inspirados pelas minhas imagens e deixem a vida acontecer.


Os grafítis da Fábrica de Braço de Prata serviram de cenário para as minhas duas imagens favoritas do mês maio. O plano de fundo, as texturas, a composição, a luz, a explosão de cores vibrantes... todos estes detalhes começaram a ser magicados na minha cabeça hiperativa no exato momento em que atravessei as portadas deste espaço alternativo e artístico da capital. Mas nada disto seria possível sem a preciosa ajuda do meu partner in crime, que tem sido o fotógrafo mais kick-ass deste planeta. Estes são os mais recentes números das revistas que fazem o meu coração palpitar, a Flow (a versão em inglês da original holandesa) e a Frankie (Austrália). E de onde vieram estes dois inspiradores miminhos, repletos de frases motivacionais e, fantásticas dicas de lifestyle, DIY, música, arte, moda, cultura e fotografia? Da loja de livros, revistas e posters do momento, pois claro: a Under The Cover. Combinar as capas destas duas edições com os padrões das eletrizantes pinturas das paredes foi um desafio bastante criativo. 


As minhas manhãs de domingo têm um encanto que dificilmente conseguirei explicar por palavras. Neste singelo e delicado registo matinal estão todas as razões que preciso para começar o dia absolutamente feliz: os pés descalços, o chão fresco, a luz natural a espreitar à janela, uma tigela de Despertar do Buda da ISWARI, com granola orgânica Doce ao Rubro e lascas de cacau compradas a peso na Maria Granel, o meu smartphone fotográfico, o Huawei P9, os cremes perfumados da Rituals, os livros de auto-ajuda da Porto Editora, os padrões da nova coleção de caçadores de sonhos da Mimi Dreamers e a minha almofada gigante da Primark com mandalas desenhadas.


Prometo que partilharei brevemente convosco as minhas aventuras londrinas. Fui tão feliz naqueles três dias de viagem proporcionados pela Sony Portugal, caramba! Tive a oportunidade de estar presente na gala de entrega de prémios do conceituado concurso fotográfico Sony World Photography Awards e de caminhar a pé pelas ruas da cidade. Revisitei a loja do universo M&M, alimentei (chiu, é proibido!) os esquilos do St. Jame's Park, contemplei o Big Ben e o Tamisa, e experimentei vários restaurantes (como não podia deixar de ser, sua foodie). Aninhado no coração ficou o Café Bella Maria, uma descoberta feita pelo meu olhar 'Indiana Jones featuring Lara Croft e Adèle Blanc-Sec'. Quando entramos neste espaço parece que estamos a ser convidados para uma festa na companhia do Chapeleiro Louco, no País das Maravilhas. Este salão de chá vintage é guardião de bules, chávenas e garrafas pinceladas de originalidade. Assim que demorei o olhar neste recanto, aconchegado numa das estantes, captei esta colorida imagem, já com o '6 on 6' em mente.


Isto é o que eu ando a fazer nas minhas apertadíssimas horas de almoço: a deitar-me na relva, para recriar os grafítis da minha cidade. Eu vibro tanto com arte urbana, com os trabalhos do Vhils e do Odeith, ao ponto de eu pedir para pararem o carro nos mais inusitados sítios, apenas para eu poder sair e fazer uma fotografia. Eu e um dos meus melhores amigos gostamos bastante de personalizar as nossas pausas e de cristalizar no tempo as nossas ideias mais estapafúrdias. Os padrões dos muros do Skatepark do Parque das Nações são perfeitos para trabalhar conceitos mirabolantes e cheios de potencial artístico. 


Já conhecem o jardim flutuante do Beato? Se ainda não sabem do que estou a falar, toca a clicar aqui. O EKA Palace, na Calçada Dom Gastão, é um diamante por lapidar, isto porque fica num edifício antigo e por concluir neste bairro trendy - é verdade, ao que tudo indica, Marvila e Beato são as novas estrelas cadentes de Lisboa. O floating garden desta galeria de arte fica num terraço decorado com apontamentos boho e hippie chic: há panos a esvoaçar ao sabor do vento, mesas em madeira pintadas com mandalas e muito solinho do bom. Apesar das opções de refeição ainda serem bastante reduzidas, dou nota 10 a este bacalhau e, ao chá frio de frutos vermelhos e alecrim. O padrão da minha mesa, esse, não podia ser mais perfeito!

---
Não se esqueçam de passar pelos cantinhos das bloggers mais fantásticas:

You Might Also Like

24 comentários

  1. Um post super giro, adorei!
    Beijinhos, Ana* :)
    http://shadesgirl.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Ana! Inspirou-te? É isso que eu pretendo! ♥

      Eliminar
  2. As tuas fotos sao completamente diferentes das das outras meninas mas resultaram muito bem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! Quis dar-lhes umas interpretação menos literal. As outras meninas fizeram magia, sem dúvida. (:

      Eliminar
  3. Muito bem. Sempre alegre e bem disposto :)

    ResponderEliminar
  4. Como sempre fotos encantadoras cheias de cores! Adoro grafittis e a foto que estás deitada em consonância com o graff atrás :)
    Ai que adoro a FLOW magazine, pena ser tão custosa, ou comprava mensalmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma das minhas favoritas também. Tens de explorar a zona do Skatepark do Parque das Nações. Há surpresas em todas as paredes!

      Não consigo comprar a Flow todos os meses, precisamente pelo valor. Mas não podia deixar escapar esta, que tem a Frida Kahlo na capa.

      Mil beijinhos*

      Eliminar
  5. cores tão boas para o nosso coração <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, minha fada do ar. És sempre a mais querida! ♥

      Eliminar
  6. Que cores tão bonitas que saíram daí. :) Mesmo apropriadas para lavar a vista num dia cinzento como este. :D*

    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro colorir a vida das pessoas! (:
      Beijinho enorme

      Eliminar
  7. Que fotos tão giras e originais, eu também me perco por grafittis...

    ResponderEliminar
  8. Adoro a luz e as cores das tuas fotos. Tão alegres! Gostei especialmente da primeira e da das garrafinhas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma das minhas fotografias favoritas desta seleção.
      Já falta pouco para o nosso Bloggers Camp!
      Baci mille

      Eliminar
  9. Estas fotografias estão mesmo excelentes. Fiquei completamente apaixonada pelas cores dos graffitis da primeira e penúltima imagens. Mesmo fantásticas :)

    Um pequeno aparte, das vezes que fui a Londres nunca me tinha apercebido que era proibido alimentar os esquilos no St. James, mas verdade seja dita, há sempre uma boa dezena de pessoas a fazê-lo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Gosto tanto de ler essas palavrinhas bonitas. Enchem-me o coração de luz.
      Penso que é proibido, querida. Se bem me recordo, há, inclusive, placas com esse aviso espalhadas pelo jardim. Mas os turistas continuam a alimentar os esquilos. Eu parti uma bolacha biológica de espelta e dei a um deles. Ficou todo satisfeito. Ihih.
      Baci*

      Eliminar
  10. Tão giras! Adoro as cores. Gosto muito da penúltima. So sweet! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida companheira de aventuras criativas. (:

      Eliminar
  11. Já vi este desafio no blogue da Joana (Jiji) e as tuas fotografias não ficaram nada atrás. Tão giras, tão criativas!
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. Olá :)

    Iswari é uma marca orgânica muito boa mesmo!

    Vale a pena ver os preços na Loja Glamourosa:
    http://www.lojaglamourosa.com/loja/234-iswari

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida! Eu sou absolutamente fã da marca e de produtos orgânicos.
      Tens mais sugestões?
      Um grande beijinho*

      Eliminar