a casa dos meus sonhos

Quem me conhece sabe que morro de amores por decoração de interiores e por tutoriais de DIY. As gavetas do meu guarda-vestidos estão repletas de sacos de alfazema feitos por mim, o meu quarto enamora-se por objetos de outros tempos e o estilo boho é o detalhe que ilumina os recantos mais especiais da minha casa.

Os meus pensamentos viajam no momento em que acedo à minha conta do Pinterest; na verdade, foi ela a minha rosa dos ventos para esta coletãnea de imagens inspiradoras. Rapidamente irão perceber que o meu olhar demora-se em casas construídas a partir de madeira e que fico hipnotizada com o encantamento que a luz natural do sol espalha por uma divisão.

Fico a idealizar aquelas tardes de domingo, no baloiço do alpendre, com o Dickens enroscado no meu colo, uma chávena de chá exótico na mão, um livro pousado sob a mesa, um catavento que não pára um só momento e o olhar apaixonado do homem da minha vida. Ai, que sonho bom!

Quarto

Não consigo eleger uma divisão favorita, mas posso confidenciar-vos que o quarto é, sem dúvida, uma das zonas mais recortantes do meu mundo;  no fundo é como se aqui caminhasse sob nuvens feitas de algodão. Incenso indiano, velas perfumadas, luzes de presença, almofadas de padrões coloridos, cortinados ao sabor do vento, caçadores de sonhos, flores em leiteiras vintage e mantas: apontamentos que aquecem o coração.

Sala de estar

Quando imagino a atmosfera de uma sala de estar, não consigo deixar de pensar que esta é a divisão mais artística de um lar feliz. Porquê? Talvez porque não consigo viver sem um gira-discos e uma coleção de vinis de Nat King Cole, os filmes antigos que me ajudam a recordar as conversas cinematográficas com o meu avô materno, as câmaras fotográficas que se aninham nas minhas prateleiras, os posters de Audrey Hepburn e das obras-primas de Tim Burton, e as plantas que a minha mãe sempre fez questão de espalhar pela casa.

Cozinha

Ó avó Tília, tu és a personificação perfeita deste cantinho. Tu, que cheiras sempre a jasmim e a alfazema, que preparas um café com leite e confecionas um pudim El Mandarim como ninguém, que me recebes com uma meia Lua brilhante no rosto e um abraço bem apertado. Foi contigo, minha fada do lar, que aprendi a cortar os legumes milimetricamente, a fazer uma sopa saborosa e a colecionar livros de culinária. Ensinaste-me a encontrar soluções simples e práticas para tornar o meu dia a dia mais valioso. Nunca saberei agradecer-te como mereces, mas procurarei cuidar de ti para o resto da vida com o amor imenso que te tenho. Quero-te presente na minha cozinha, no aroma da minha horta caseira e, na preparação daquele pequeno-almoço preguiçoso e mágico de fim de semana.

Escritório

É aqui o reino da fantasia, onde eu posso ir onde quiser graças ao poder inesgotável da imaginação. Desde pequena que tenho o sonho de ter uma biblioteca igual à que o Monstro oferece a Bela no filme de animação mais brilhante da Disney. Ler é uma das minhas paixões mais fervorosas, o que fez com que me tornasse uma ávida colecionadora de relíquias literárias. Neste momento, não encontro um espaço vazio onde possa colocar mais exemplares de O Monte dos Vendavais, mas nem isso faz com que pare de acumular histórias. É uma riqueza tamanha, que não cabe no peito e agita a carteira, mas who cares? No meu escritório criativo não poderão faltar folhas em branco, lápis de cor, pincéis, fotografias, postais e luz. Muita luz!

Casa de banho

É aqui que os meus rituais de beleza têm lugar e os perfumes das mil e uma noites se reúnem, criando a simbiose perfeita. Vejo-me entre sais de banho, sabonetes artesanais, cremes naturais, cestas de verga, toalhas lavadas, heras a serpentear nas janelas, luzes LED, copos de vinho tinto e velas aromáticas,

"Heaven, I'm in heaven".

[Todas as imagens foram retiradas do Pinterest. Sigam-me aqui.]

4 comentários:

  1. Já sei quem contratar para decoradora quando tiver uma casa de campo... <3 Eu joguei hoje no Euromilhões. Deseja-me sorte :D

    Eléctrico 28: Descobre o melhor que Lisboa tem para oferecer!

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito de ler este teu post, Joana! :) Pela forma inspiradora e descritiva como falas do lar dos teus sonhos, com detalhes que reflectem muita personalidade e gostos pessoais e o carinho com que falaste da tua avó e do que ela te transmitiu! :)

    Um beijinho,

    --
    Sofia | Monochromatic Wave

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Sofia, que delícia de comentário. És tão linda! Um enorme beijinho*

      Eliminar

Instagram