aprende a cuidar de ti com Lactacyd


Não fiquem alarmadas, brisas. Não vos quero preocupadas ou envergonhadas, caso estejam a sentir, no preciso momento em que estão a ler este artigo, que existe um desequilíbrio da vossa flora vaginal. Por aqui queremos contornar a máxima dos antigos de que o que não tem solução remediado está. No Às Cavalitas do Vento contamos histórias inspiradoras, de superação e de amor-próprio - e, acreditem, tudo começa na forma como cuidamos da nossa mente, do nosso coração e, claro, do nosso corpo. E as infeções urinárias, com as quais tantas vezes praguejamos, são um sinal de que não estamos a nutrir a nossa organicidade e a nossa essência.

No encontro feminino "Ser Mulher", com a minha Rute Caldeira, (re)descobri-me enquanto ser humano de amor e deixe-me envolver pelas poderosas energias do círculo das guerreiras de luz. Aprendemos a olhar para dentro de nós sem pressas e exigências, a contemplar a nossa beleza em toda a sua plenitude e a florescermos em harmonia. E foi também com a Serra de Sintra em plano de fundo e o som do riacho do Penedo como melodia, que fizemos respirações revigorantes, para massajarmos a zona do ventre e despertarmos a libido. A verdade é que tem sido este relacionamento positivo, enérgico e saudável que tenho com o meu corpo que tem ajudado a potenciar o bem-estar e a minha convivência com os outros.



Não tenho fórmulas mágicas, brisas, mas desejo poder ajudar-vos, de alguma forma, a apaziguar o vosso desconforto e a tornar a vossa rotina de higiene íntima (tantas vezes descurada) na vossa maior aliada nesta caminhada em direção à auto-valorização. A Lactacyd Pharma tem feito parte do meu dia a dia, sob a forma de emulsão sensitiva. Ao longo dos anos a minha experiência com a marca, recomendada pela minha ginecologista, a Petra Chaves, tem vindo a revelar-se bastante positiva, sendo que passei a utilizar a versão de doseador, por considerar mais prática durante o duche. Além disso, não consigo sair de casa sem ter um pack de toalhitas íntimas na bolsa de cosmética. 

Ora bem. A razão da minha preferência? Os ingredientes suaves e delicados que respeitam o pH e o equilíbrio natural da minha zona íntima. Para além de os produtos deste fabricante serem clinica e ginecologicamente testados para garantir a máxima eficácia, a confiança que neles deposito deve-se ao facto de serem enriquecidos com ácido láctico natural, semelhante ao líquido que os seus próprios órgãos genitais produzem, respeitando assim a acidez característica da nossa vulva. Com variações entre os 3,8 e 5,9, o nosso pH sofre mutações com o nosso envelhecimento, assim como com os nossos ciclos menstruais. Por essa razão temos de estar atentas às alterações das nossas mucosas vaginais. Além disso, o Lactacyd faz-se valer de propriedades calmantes e anti-inflamatórias, apresentando-se então como um gel hipoalergénico, que pode ser aplicado durante o banho, de manhã e à noite.

E sendo a altura do verão propícia à proliferação de infeções vaginais, sobretudo se foram adeptas de piscinas públicas, tenham em atenção os seguintes conselhos

1. Se tiverem vontade de urinar, corram imediatamente para o WC; não aguentem. 
2. Mantenham-se hidratadas. Beber água é um bem essencial para a sobrevivência.  
3. Aconselhem-se com o vosso médico e procurem uma alternativa natural aos antibióticos.
4. Durante a relação sexual usem preservativos com espermicidas ou lubrificantes menos invasivos;
5. Em dias de praia procurem não andar demasiado tempo com o biquíni húmido.
6. Usem sempre roupa interior de algodão, para que a vossa vagina possa respirar livremente.
7. Durante a menstruação troquem de penso higiénico, para evitar acumulação de bactérias.
8. Hidratem a vossa zona íntima com bons produtos de higiene feminina, como o Lactacyd.

Agora soltem as amarras e naveguem à bolina. 

[Post em parceria com a Omega Pharma.] 


Sem comentários:

Enviar um comentário

Instagram