viajar até à Ericeira para provar as Nalu Bowls


Sabiam que já não precisam de programar uma viagem com destino a Bali para provarem as bowls mais saudáveis e viciantes? Há uma pérola no oceano Atlântico, com lugar-cativo numa esplanada à beira-mar, na Ericeira: a Nalu Bowls. Aqui, neste pedaço de paraíso umbilicalmente ligado às correntes e às areias, a ilha dos deuses adquire os tons do arco-íris em taças de casca de coco. A Iemanjá do sítio é a boa onda.

Apesar de as temperaturas de domingo não serem convidativas para um passeio ao ar livre, aproveitámos para fazer uma viagem de carro rumo à vila turística do Oceano intempestivo e hipnotizante, ao som da inspiradora Malibu. Estacionámos junto à Praia do Sul e quando voltámos a sentir o chão, percebemos que havia tanto para ver e para desfrutar naquele dia. O centro histórico da Ericeira está repleto de encantos e de tesouros preciosos, e, a cada dobrar de esquina, há sempre um quadro idílico, com aroma a maresia, que nos invade o olhar.

"But you brought me here and I'm happy that you did, 
'cause now I'm as free as birds catching the wind". 


A sugestão para o nosso pequeno-almoço surgiu no Instagram, pelo olhar minimalista e cândido de uma das bloggers mais morenaças do pedaço, a Simone. Eu confesso-vos, brisas, que morro de amores por "papas" na primeira e mais importante refeição do dia; e que, para fugir aos sabores tradicionais, procuro combinar ingredientes improváveis e exóticos, de forma a permitir-me viajar pelos quatro cantos do mundo num abrir e fechar de papilas gustativas.

As Nalu Bowls são um hino ao paladar, às praias paradisíacas, ao culto do surf, ao Aloha e ao hula. No fundo, um encontro feliz entre o Havai e a Indonésia. A primeira esplanada foi construída em Bali com o propósito de proporcionar experiências inebriantes e nutritivas, com produtos locais e frescos, fruta de clima quente e granola caseira. E agora o conceito chegou em força a Portugal, para fazer as delícias dos foodies, dos dominadores de ondas e das almas de madeixas californianas.

O conceito é simples, magicado tanto para os pré como para os pós-mergulhos de água salgada. Basta sentarem-se em bancos corridos de madeira envelhecida, em tons de branco, à sombra de um chapéu de palha, demorarem o olhar no menu e pegarem no vosso cartão de embarque, que será a vossa bússola em arquipélagos de cheiros e de texturas. O atendimento é personalizado e bilingue, repleto de boas vibrações e de coolness


J-BAY
Se sempre que abrem um frasco de manteiga de amendoim recriam a cena de Brad Pitt, no filme Meet Joe Black, então esta taça foi claramente criada a pensar nas vossas fantasias cinematográficas. Além disso, se não dispensam uma dose extra de proteína pela manhã, deliciem-se às colheradas com esta saborosa combinação de banana, mel, leite de soja, granola caseira e manteiga de amendoim. Ah, e atentem no nome, please: é a minha baía do vento. 


ULUWATU
Com nome de ilha da Indonésia, esta taça é a fusão mais-que-perfeita entre beleza natural, frescura e equilíbrio. Imaginem um smoothie da tropical dragon fruit  coberto com morangos, manga, flocos de coco e mel... já estão a salivar, não? Senti-me uma espécie de Brooke Shields, livre, leve, solta e refrescante no clássico Lagoa Azul. E esta explosão de cores que parece saída de uma galeria do Pinterest?



Eu e o Gonçalo optámos por looks descontraídos e com pinta. A t-shirt do John Smith é da última coleção da Lefties; as riscas desvanecidas e navy remetem-me para os anúncios aos perfumes Tommy Hilfinger. Não concordam? Por outro lado, a minha blusa tem sido a companheira ideal para esta estação. Foi um dos meus melhores achados na loja rétro do meu coração, a Gold Velvet Shop. Flamingos e palmeiras = Endless love. O fato de banho vermelho, estilo Baywatch, acompanha-me há três anos e tem assinatura Tricírculo. Já espreitaram a nova linha de beachwear da marca? Está um verdadeiro arraso! O momento alto da minha semana foi também marcado por este retrato marítimo: a encantadora Catarine Martins, do blog Le Fashionare, comparou-me à Julie Sariñana, que é gira nas horas, e, confesso-vos... fiquei sem jeito.


E vocês, brisas? Já experimentaram as bowls mais irresistíveis do momento? Contem-me tudo!

 

Nalu Bowls - Ericeira
Rua Manuel Ortigão Burnay, 2
Horário: Aberto todos os dias, das 10h00 às 20h00
Telefone: 913257550

16 comentários:

  1. Não conheço mas deve ser uma delícia! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens mesmo de experimentar, brisa Catarina. Podes esperar frescura, exotismo e uma viagem ao Paraíso da comida saudável.

      Beijinho gigante

      Eliminar
  2. Quero t-a-n-t-o conhecer esse espaço do bem <3

    Que textos esses, tão teus e tão cheios de amor e tão deliciosos, minha princesa.
    www.keke.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Simone é uma das minhas mais antigas inspirações do universo dos blogs. Foi das primeiras pessoas a quem comecei a seguir o rasto, acreditas? Ainda hoje ela é uma lufada de ar fresco diária.

      Os textos são sempre escritos com o coração, para que a visita dos meus leitores às minhas recordações felizes seja a mais especial e real possível.

      Eliminar
  3. Sou apaixonada pela ericeira e este spot tem MESMO de ser visitado!

    ResponderEliminar
  4. Adorei as fotos!! Fiquei cheia de vontade de lá ir.
    Muitos beijinhos,
    Sparkle Outfit

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, minha querida! Assim sendo, a minha missão foi cumprida: despertar os sentidos (neste caso, o paladar) dos meus leitores.

      Fico tão satisfeita com a tua visita, doce.

      Eliminar
  5. QUE BOM ASPECTO! E as fotografias estão lindas :)

    https://heyandiehey.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro o teu Instagram e o teu projeto com a Inês Serôdio. (:

      Beijinho grande

      Eliminar
  6. Fiquei com tanta vontade de ir experimentar! Tenho que convencer o meu João a irmos num passeio romântico à Ericeira :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero mesmo que convenças o teu moço, minha pequenina. Vale tão a pena! ❤

      Eliminar
  7. Minha querida Joaninha, é sempre tão bom reler estes teus textos maravilhosos. Fico tão grata por te inspirar! És uma inspiração para mim, igualmente! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amor, conhecer-te pessoalmente foi um dos melhores presentes de 2017. ❤

      Eliminar
  8. adoro a maneira como escreves! fui lá comprovar as tuas palavras.

    beijinho,
    Inês
    http://www.moibyines.com

    ResponderEliminar

Instagram