um ano de Gonçalo


"Diz-me o que vais beber
Gelo para eu te aquecer
O que vais amar
Do meu corpo a pulsar
A flutuar
No teu rio que vai dar ao mar, amar
Sobe o calor
Dá no peito
O amor é fogo que arde sem se ver
Refrigerar o interior deste corpo em chamas
Quando me amas de amor."

Sérgio Godinho (2016), 
em Refrigerentes e Canções de Amor, de Nuno Markl

[ph: Hugo Coelho]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Instagram